segunda-feira, agosto 02, 2010


Envenenamento de Animais Domésticos!

Me inspirei em fazer este post depois da minha aula de Clínica de Pequenos Animais de hoje  (Faço Veterinária!). A aula foi sobre Toxicologia e Envenenamento em Pequeno Animais. Fiquei impressionada com a quantidade de animais que morrem envenenados por dia. O envenenamento é a principal causa de morte de cães e gatos, seguida pelo atropelamento. Achei que seria interessante falar sobre isso, já que a grande maioria de nós temos cães ou gatos de estimação e, afinal, o bem estar deles depende muito de nossas condutas. E além do mais, no que se diz respeito a intoxicação, pequenos detalhes podem fazer toda a diferença. 


O envenenamento é a principal causa de morte de cães e gatos, seguida pelo atropelamento. Infelizmente, muitos animais domésticos são vítimas de envenenamento que pode ser acidental ou intencional. Isso mesmo, apesar de parecer monstruoso, muitos animais são intencionalmente envenenados. As maiores vítimas dessa maldade são os animais de rua ou aqueles que têm dono mas saem com freqüência, especialmente os gatos. Nos casos acidentais, geralmente, por descuido do proprietário, o animal fica exposto a contato com produtos de limpeza (detergentes, desinfetantes, etc), medicamentos, inseticidas, raticidas, etc. Muitos produtos de limpeza são inofensivos aos humanos mas podem rapidamente matar animais domésticos, principalmente os de pequeno porte. As aves são muito sensíveis a esses produtos.


No que diz respeito aos envenenamentos intencionais, as maiores e mais comuns vítimas são, geralmente, os animais abandonados e também aqueles considerados ‘livres’ (ou seja, aqueles que têm casa e dono, mas que têm fácil acesso a outros lugares e alimentos). Este tipo de intoxicação pode ser causado por pessoas que desejam se livrar dos animais, sejam eles abandonados ou não, simplesmente pelo fato de sentirem-se incomodadas. O conhecido Chumbinho que, apesar de ser ilegal e ter sua venda proibida é a arma mais utilizada para o envenenamento de cães e gatos pois é facilmente encontrado nos mais diversos locais, inclusive sendo vendido como ‘veneno para ratos’. Geralmente, a Estricnina, nome científico do Chumbinho é misturada a pedaços de carne ou outros alimentos para que o animal não o rejeite.


Animais envenenados pelo Chumbinho apresentam alguns sinais clínicos que servem de alerta para que o animal seja imediatamente levado ao veterinário para que sejam tomadas todas as providências na tentativa de desintoxicação. Esses sintomas podem ser os seguintes: diminuição dos batimentos cardíacos, salivação excessiva, dificuldades para respirar, diarréia, vômitos, tosse, secreções nasais, edema pulmonar, o animal urina constantemente, perda da coordenação motora, etc. Estatísticas mostram que apenas 1/3 dos animais intoxicados pelo veneno sobrevivem. Portanto, é importante que logo após o socorro do animal, caso o dono saiba quem é o responsável pelo envenenamento seja feito um Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima a fim de que o responsável seja devidamente punido, pois tal ato é crime e fere as leis de proteção animal.


O que fazer?
No caso de envenenamento, não lhe dê leite nem outro líquido. Não coloque seus dedos na garganta do cachorro para fazê-lo vomitar. Você precisa levá-lo o quanto antes ao veterinário. Em caso de convulsões, não tente segurar a língua do cachorro, pois você pode levar uma mordida. Tenha em mente também que nem todas as substâncias causam intoxicação imediata; algumas provocam sinais apenas horas mais tarde, como por exemplo, raticidas. Lembre-se sempre de levar ao veterinário a caixa ou embalagem da substância responsável pela intoxicação. Isso pode auxiliá-lo na escolha do tratamento mais adequado, salvando a vida de seu cachorro ou gato mais rápido.


E outra coisa gente, se o envenenamento não for acidental, não hesite em denunciar. Envenenar animais é um crime previsto na Lei de Crimes Ambientais. Nesta Lei consta que, quem praticar ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos, nativos ou exóticos é penalizado com detenção de 3 meses a um ano e multa. Mas se o acusado praticou um crime de menor gravidade (como é considerado o envenenamento de animais) e não cometeu delito nos últimos 5 anos, a Lei permite ao Juíz substituir a pena de detenção por multa revertida em bens como cestas básicas e cobertores ou prestação de serviços à comunidade. Para castigar ou, ao menos, incomodar o envenenador, deve-se evidenciar a autoria dele e sua intenção em cometer o crime. Ao encontrar um animal morto com suspeita de envenenamento, tire várias fotos em vários ângulos, para mostrar onde foram encontrados o animal e os restos do alimento suspeito de conter veneno. Leve tudo (o animal e o alimento) para um veterinário pois ele poderá encaminhá-lo a um órgão competente para fazer a necrópsia e emissão de um laudo oficial da causa da morte. Consiga testemunhas ou outros fatos relacionados ao envenenamento. Já de posse do laudo e com as fotos, vá a delegacia com as testemunhas munidas de RG e faça um BO (Boletim de Ocorrência). Se além de matar o animal, o veneno venha a afetar alguma pessoa, o crime torna-se mais grave, podendo ser qualificado como tentativa de homicídio.


Um outro motivo que me fez querer escrever sobre Envenenamento foi a grande falta de informações de nós proprietários, no que se diz respeito a medicamentos que nossos animalzinhos podem ou não usar. Sabia que vc pode matar seu gato com apenas um comprimido de Tylenol®? É completamente errado pensarmos que os remédios que utilizamos também servem para nossos animais. Esse problema é mais direcionado aos gatos. O gato não pode ser visto como um pequeno cão, as instalações e o atendimento deve ser diferenciado, é comum haver intoxicações por medicações, pois eles possuem particularidades de biotransformação e maior susceptibilidade de oxidação da hemoglobina. Na hora de medicar seu animal, procure sempre a orientação de um médico veterinário e fique atento as formulações dos medicamentos!


Uma pequena lista, dos principais medicamentos que não devem ser administrados de forma alguma e os que podem ser administrados, mas na dosagem e intervalo correto, sempre sob a supervisão do Médico Veterinário: 

Medicamentos Contra-Indicados:
Ibuprofeno (Motrin®)
Fenilbutazona (Mioflex®)
Ácido Mefenâmico (Ponstan®)
Naproxeno (Flanax®)
Diclofenaco (cataflan® , Voltaren®)
Estreptomicina® (Pentabiótico®)
Benzoato de benzila (Acarsan®)
Organofosforados (muitos nomes comerciais, fique atento a composição do produto, presente um coleiras anti pulgas, pós, formulações para grandes animais para carrapatos, etc. Gatos são mais sensíveis. Coleiras anti-pulgas (Diclorvos®). 
Enemas à base de fosfato (Fleet Enema®)
Paracetamol/Acetaminofen/Fenacetina (Tylenol®, Dôrico®, Buscopan Plus®)
Benzocaína (Cepacaína®, Colubiazol Spray®, Crema 6A®)
Anti-Sépticos e analgésicos das vias urinárias: Azul de metileno (Sepurin®, Mictasol®) 
Fenazopiridina (Pyridium®, Urotril®)

Medicamentos que devem ser utilizados apenas sob supervisão Veterinária:
Ácido Acetilsalicílico (Aspirina®, Azulfin® , Salicilato de Bismuto®, Melhoral®, AAS®)
Opióides: Morfina, Butorfanol, Tramadol.
Cloranfenicol (Quemicetina®)
Griseofulvina (Fulcin®) Antifúngico
Iodo e iodóforos (Iodopovidine®)
Compostos Fenólicos (Dipirona®, Propofol (Diprivan®), Hexaclorofeno®)
Progestágenos sintéticos (inibidores de cio)
Enrofloxacina (Baytril®, Flotril®, Zelotril®, Enropet® )
Metronidazol (Flagyl®) e associações (Giardicid®)
Azatioprina

Fontes Utilizadas:

5 comentários:

Cheila disse...

Parabéns, Dani! mto interessante seu post...São informações como essas que auxiliam e muito no nosso trabalho. =)

jamile disse...

obrigada pelas informações, ótimo post.

Aliccia disse...

Acho que o Luftal, aquele pra gases também pode ser usado. Não é absorvido pelo organismo, sai totalmente nas fezes.
Já dei à minha gata, que estava desconfortável e expelia gases quando massageada sua barriga e ela melhorou.

Roseli disse...

Oi quando n sabemos quem seria o envenenador o q devemos fazer nesse caso? Obrigada

Dani disse...

Nossa muito bom seu blog!Estava procurando por essas informações, hoje pela manhã fui trocar minha cachorrinha de lugar e notei que alguem tinha jogado um pedaço de carne pra ela,estou observando pra ver se ela tem algum sintoma de envenenamento,e sinceramente estou com muito medo que ela esteje envenenada! muito obrigada bjssss

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...